Créditos: ETIENE GIRARDETI/UNSPLAH.

A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção divulgou, na semana passada, a nova edição da sua pesquisa Índice (anexo), estudo realizado pela FGV com dados do IBGE sobre as vendas de materiais de construção em todo o país. O estudo destaca o crescimento acumulado de 8% em 2021.

A pesquisa da Abramat indica que em dezembro de 2021 a indústria de materiais de construção caiu na comparação com o mês anterior, com redução de 1,3%. Apesar de apresentar quatro quedas seguidas (setembro a dezembro), esse resultado, somado aos anteriores, confirmou 2021 como um ano de efetiva recuperação para o setor.

As seguidas quedas no faturamento trazem um sinal de alerta para o setor, mas todo o contexto precisa ser analisado, de acordo com Rodrigo Navarro, Presidente da Abramat.

“Após o ano de superação que foi 2020, tivemos um 2021 de forte recuperação, principalmente com a escalada da vacinação e a retomada crescente das atividades econômicas. Tal como os anteriores, 2022 deverá ser um ano de muitos desafios, com impactos sobre toda a cadeia da construção civil, mas continuaremos trabalhando para que tenhamos uma sustentabilidade no crescimento, iniciada em 2018 e 2019. A previsão para a indústria de materiais de construção feita pela FGV para este ano novamente supera em muito as projeções para o PIB, indicando que teremos um crescimento de 1% sobre o resultado importante de 2021. Devemos ainda contextualizar que o crescimento acima do PIB por dois anos consecutivos é muito relevante para o segmento e pode indicar um novo patamar de atividade da indústria de materiais de construção”, explica Rodrigo.

Contato

Tel.: (32) 3532-6362
WhatsApp: (32) 98420-4422

Endereço
Rodovia Km 6, Ubá – MG, CEP 36500-000

Receba nossas novidades por e-mail

Falar conosco
Precisa de ajuda?
Olá, podemos te ajudar?